(13) 3271-4204 | (13) 98183-3680

Na Mangolin Odontologia você dispõe de:

  • Ortodontia:
  1. Se você apresenta algum dos problemas abaixo, pode ser um candidato para o tratamento ortodôntico:
    • Sobremordida, algumas vezes chamada de “dentes salientes”;
    • Mordida cruzada anterior , quando a arcada inferior está projetada muito à frente ou a arcada superior se posiciona muito atrás.
    • Mordida cruzada — ocorre quando a arcada superior não fica ligeiramente à frente da arcada inferior ao morder normalmente.
    • Mordida aberta— espaço entre as superfícies de mordida dos dentes anteriores e/ou laterais quando os dentes posteriores se juntam.
    • Desvio de linha mediana — ocorre quando o centro da arcada superior não está alinhado com o centro da arcada inferior.
    • Diastema — falhas, ou espaços, entre os dentes como resultado de dentes ausentes ou dentes que não preenchem a boca.
    • Apinhamento —ocorre quando existem dentes demais para se acomodarem na arcada dentária pequena.
  2. Como funciona um tratamento ortodôntico eficaz?Diversos tipos de aparelhos, tanto fixos como móveis, são utilizados para ajudar a movimentar os dentes, retrair os músculos e alterar o crescimento mandibular. Estes aparelhos funcionam colocando uma leve pressão nos dentes e ossos maxilares. A gravidade do seu problema é que irá determinar qual o procedimento ortodôntico mais adequado e mais eficaz

 

 

  • Implante Dentário:

É um procedimento realizado através da utilização de pinos de titânio que são introduzidos no osso da arcada dentária, passando a funcionar como uma “raiz artificial”, onde poderão ser fixados  diferentes tipos de próteses dentárias: de um único dente ou vários. O pino de titânio adere firmemente ao osso tornando-se parte integrante do osso.

1. Qualquer um pode ter implante? 

Não. Quem fuma em excesso, tem diabetes e não segue as orientações médicas ou está em tratamento de câncer, hepatite ou osteoporose não pode fazer implante dentário.

2. O que acontece se eu continuar sem a prótese? 
Os dentes que estão ao lado do espaço vazio começarão a se inclinar para ocupar o lugar do que falta. Quem não tem dente nenhum percebe que a estrutura do queixo vai se aproximando do nariz. A falta de dentes também faz a pessoa comer alimentos mais cremosos e calóricos.

3. O que causa a perda do dente? 
Na maioria dos casos, cáries – principalmente em pessoas com menos de 35 anos. Problemas na gengiva causados pela falta de higienização bucal também levam à perda de dentes.

4. O que fazer antes da cirurgia? 
Você precisará fazer exames (tomografia , panorâmica e exame de sangue).

5. Vou sentir dor na operação?

Todo o atendimento é feito com anestesia e, mesmo assim, com muita delicadeza. Possuímos o atendimento com Sedação Consciente a base de Óxido Nitroso, o que torna o atendimento  os dolorido e com maior eficiência.

6. Se perder um dente, devo colocá-lo depois de quanto tempo? 
Procure atendimento o mais rápido possível. Durante a consulta, iremos avaliar se o paciente possui estrutura óssea suficiente para a realização do implante. Em paciente que perderam os dentes por um longo período de tempo  é comum a diminuição da estrutura óssea (vertical e horizontal). Nesse caso, a solução é um enxerto de osso para preencher o que falta.

  • Prótese:

Uma prótese pode ser feita para substituir 1 dente, 2 dentes, 3 dentes, por aí fora até a totalidade dos dentes. Para cada situação existe um tipo recomendado, ou várias tipos de prótese possíveis. O nosso objetivo é ajudar a determinar a melhor prótese para o seu caso. A falta de dentes prejudica a dentição. É urgente repôr o dente perdido através do tipo de prótese dentária adequada.

 

A aparência do sorriso interfere na imagem dos indivíduos perante a sociedade, influenciando sua vida pessoal e profissional. Nos dias atuais, a Odontologia voltada à estética está em destaque, devido ao grande apelo dos meios de comunicação e pelo padrão
de beleza imposto pela própria sociedade.

As Lentes de Contato Dental são finas camadas de cerâmica aplicadas sobre os dentes para correção estética do formato anatômico. Mas todo cuidado é pouco, pois são procedimento que devem ser bem avaliados pelo dentista para que se consiga a máxima perfeição.

 

  • Clínica geral

O dentista clínico geral é o profissional da saúde capacitado na área de odontologia, entre as suas competências estão prevenção, diagnóstico e tratamento de uma ampla variedade de condições, desordens e doenças dos dentes e gengivas. O dentista clínico geral prestam serviços relacionados a manutenção da higiene oral e saúde bucal.

A fim de manter uma saúde bucal,  recomenda-se uma visita ao dentista com uma certa regularidade (Pelo menos a cada 6 meses, para garantir uma correta higiene bucal e saúde oral. Exame regulares e manutenção de saúde bucal podem prevenir o desenvolvimento de sérios problemas dentários que podem exigir tratamentos corretivos. Se uma pessoa visita o seu dentista clínico regularmente, ela pode ter a tranquilidade de ter um profissional qualificado zelando por sua saúde bucal.

O Dr. Eduardo Mangolin e sua equipe, trabalham para desenvolver uma plano de tratamento completo e personalizado para que o paciente obtenha uma higiene dental completa e adequada que incorpora o exame dentário, limpeza dental, radiografias e imagens digitais que ajudarão na prevenção, tratamento ou diagnóstico do problema, com maior precisão.

  • Odontopediatria

A odontopediatria é o ramo da odontologia que cuida da saúde bucal das crianças. Hoje sabemos que o grande medo que as pessoas têm de enfrentar a cadeira do dentista é devido às experiências negativas que tiveram quando crianças. Por esse motivo, o trabalho do odontopediatra é tão importante.

São eles os responsáveis pela higiene não só das crianças que já tem dentinhos, mas também dos bebês e das gestantes. Aliás, as mães devem procurar esses profissionais ainda durante a gravidez, enquanto ainda tem um tempinho sobrando, para se informar sobre os cuidados que devem ter a partir do nascimento.

O tratamento para crianças também requer cuidado especial. Os pequenos precisam de maior atenção e psicologia para que a visita ao dentista não vire uma tortura. O ambiente também deve ser atrativo, ajudando a criança a se sentir confiante e descontraída.

É importante que os pais conversem com o odontopediatra sobre qualquer experiência ruim que a criança tenha tido para que o profissional saiba ajuda-lo a lidar com esse medo e o tratamento ocorra da melhor maneira possível.

  • Periodontia

Especialidade odontológica responsável pela prevenção e tratamento das doenças que acometem os tecidos de sustentação e proteção dos dentes (tratamento da gengiva e do osso).

O tártaro é uma formação do depósito de placas bacterianas que reagem quimicamente com fosfato de cálcio da saliva, originando uma camada endurecida sobre os dentes. Deve ser removida pelo dentista e pode ser prevenido pela escovação e uso do fio dental.

periodontite é a inflamação que atinge os tecidos periodontais, provocando a destruição desses, e do osso alveolar, responsável pela fixação do dente. Com sua evolução há o amolecimento do dente devido a perda óssea e ocasionando a perda do dente, (provocada pela presença do tártaro).

gengivite é uma inflamação dos tecidos gengivais que circundam o dente. Geralmente é precedida pela placa bacteriana no sulco gengival.

A falta de higienização adequada também pode comprometer a saúde da gengiva. Um dos primeiros sintomas de que ela está com algum problema é a presença de inchaços, cor avermelhada e sangramento durante a escovação. Esses são sinais de gengivite, ou seja, inflamação nessa região. “A gengiva é tão importante quanto o dente; para mantê-la saudável é fundamental, após a escovação, passar o fio dental corretamente entre as curvas dos dentes.” 

 

  • Endodontia

 

A endodontia é o ramo da Odontologia que trata das lesões e doenças da polpa (nervo) e da raiz do dente. Popularmente, endodontia também é chamada de tratamento de canal. O tratamento consiste na remoção do tecido mole (polpa) que se encontra na parte interna (canal) do dente e pode estar vivo, sadio, inflamado, infectado ou necrosado (morto).

Depois de se remover esse tecido, o dentista esteriliza o canal preenchendo-o com obturação em material específico.

O tratamento é realizado com o que há de melhor em tecnologia (radiografias digitais e com contraste, sistema rotatório, localizador apical).

A falta de tratamento endodôntico pode resultar em uma infecção na raiz e nos tecidos vizinhos, além de poder levar a  sérias consequências à saúde, entre as quais:

  • Dor intensa
  • Inchaço
  • Febre
  • Bacteriemia (bactérias na corrente sanguínea)
  • Infecções à distância (articulações, febre reumática, entre outros)
  • Extração do dente

 

  • Sedação Consciente por Óxido Nitroso

A analgesia consciente consiste na inalação de uma mistura de gases (oxigênio e oxido nitroso) que promove um relaxamento e uma maior cooperação do paciente com aspecto semi-hipnótico, ou seja, o paciente fica em estado de sonolência e ausência de dor, porém entendendo tudo ao seu redor, inclusive perguntas, podendo desta forma responder e até mesmo dizer como está se sentindo.

Avalie nossa empresa no GuiaMais.com